top of page

Atenção: novo golpe por telefone

Há 5 anos participo, via telefone, do programa de rádio 91minutos, de Curitiba/PR, ancorado pela jornalista Maria Raffart. No quadro intitulado "Dicas do Delegado", ofereço conteúdo preventivo para que os ouvintes diminuam os riscos de serem vítimas da criminalidade, tão aflorada em todo Brasil. Recebi e-mail do dentista paranaense L.D.O., relatando golpe que sofreu, via telefonema oriundo de São Paulo. Preste atenção na astúcia dos malandros paulistas: "Por volta de 11h ligaram para meu consultório. Uma moça chamada Rafaela se identificou como funcionária do Primeiro Ofício de Títulos e Protestos de São Paulo. Me forneceu o telefone (11) 7125-XXXX e informou que havia uma ação movida pela firma XXXXXXX contra a minha pessoa, por uma dívida de R$920,00 e que meu nome iria para protesto e também para a lista negra do SPC/Serasa. A tal Rafaela me informou telefone dessa empresa de cobranças e o nome de uma suposta advogada, com a qual eu deveria obter mais informações. Liguei, incontinenti, e fui atendido pela advogada, que disse estar defendendo a empresa XXXXXXX, que, em 2005, editou Guia versando sobre Medicina e Saúde, onde havia um contrato de divulgação do meu consultório e a que a dívida não fora honrada. Expliquei que deveria haver algum engano, pois nunca havia anunciado em guia algum. Ela disse ter em mãos contrato assinado por um funcionário de meu consultório e para evitar que a ação fosse adiante, eu deveria quitar a dívida". Cabe uma pergunta: se o fato tivesse ocorrido com o leitor, qual seria sua atitude? Pagaria a dívida? Na verdade, trata-se de mais um golpe visando convencer vítimas a depositar dinheiro sob algum tipo de pretexto. Algumas conclusões devemos tirar deste relato: 1)Cartórios e justiça não fazem cobranças por telefone. 2)Não acredite em ameaças e supostas dívidas anunciadas por telefone. 3)Instale identificador de chamadas em sua linha fixa e celular, para saber o número telefônico de quem está te ligando. 4)Geralmente os estelionatários usam telefone celular clonado para aplicar os golpes. 5)Não ceda às ordens de estranhos. Procure se acalmar e compartilhe do problema com um parente ou amigo de confiança. Se estiver sozinho, interrompa a ligação e peça apoio da Polícia Militar (190) ou Civil (197). `

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Novo roteiro do falso sequestro por telefone

Tenho alertado, insistentemente, o amigo leitor, sobre os cuidados necessários ao se atender telefone fixo ou celular, pois a quantidade de golpes a que se está sujeito é impressionante, e a cada dia

Novo Crime: "Big Brother" via celular

O aparelho eletrônico mais vendido no Brasil é o telefone celular. Seu uso é extremamente democrático; foi adotado por pessoas de todas as faixas etárias e classes sociais. Crianças com 10 anos ou men

Nova estratégia do falso sequestro

A presente matéria é um alerta para os leitores que possuem telefones celulares. O golpe do "falso sequestro", que já fez milhares de vítimas em todo Brasil, tem sido remodelado, constantemente, pelos

Comments


bottom of page