top of page

Proteja-se no cotidiano

A mídia em geral não cansa de noticiar crimes com requintes de violência. O assassinato brutal da advogada e amiga, Dra. Gislaine Valente Oliveira, de apenas 31 anos chocou a cidade de Suzano/SP. O estudante Moon Sup Han, de 16 anos foi seqüestrado no dia 15 de maio pela manha quando seguia a pé para seu colégio no bairro de Higienópolis/SP.

O jovem foi libertado pelos seqüestradores após passar 47 dias em cativeiro. A família pagou R$ 19 mil de resgate. A vítima contou que ficou o tempo todo em uma barraca de madeira, com teto de lona, dentro de uma mata fechada e que foi alimentado com carne de passarinho cassado pelos criminosos.

Crimes têm sido praticados dentro de repartições policiais. Em julho/2002 o borracheiro Severino Manoel dos Santos, foi ao 8 Distrito Policial de Campinas e assassinou a tiros o Delegado Titular, Dr.Talmir Boavista, 61 anos.

O quadro é negro e não se vislumbra melhora a curta e médio prazos em razão da falta de políticas publicas nesse sentido. Os mais ricos se protegem com carros blindados, escolta armada, rastreadores via satélite, monitoramento a distancia etc. E nós, pobres mortais, que não temos condições de arcar com as despesas de um serviço privado de segurança, o que podemos fazer para correr menos riscos? A única saída é o que chamo de consciência de segurança, ou seja, tomar atitudes preventivas, antes que aconteça o pior.

Algumas regras são básicas e devem ser incorporadas no dia a dia do amigo leitor:

1) Carregue mais dinheiro e menos cartões de credito e de banco na carteira. Lembre-se que a "menina dos olhos" dos marginais os cartões e as respectivas senhas para praticarem o seqüestro relâmpago.

2) Antes de sair ou entrar em casa, a pé ou de carro, observe atentamente se estranhos estão próximos de sua casa. Verificando a mínima possibilidade de perigo, não saia e não entre em sua casa, para não ser rendido com o portão aberto.

3) No trânsito, jamais pare próximo da faixa de pedestre. Reduza a velocidade ao ver o semáforo vermelho, com o intuito de não ficar parado e indefeso perto da faixa de pedestre.

4) Não freqüente bancos em dias de pagamento.

5) Não converse com estranhos na rua. Isso é perigoso e pode ser o inicio de um assalto ou estelionato.

6) Jamais permaneça no interior de veículo estacionado na via pública.

7) Não demore em entrar e sair de seu carro. Lembre-se que automóvel parado é sinônimo de perigo iminente. Locais com grandes aglomerações (jogos esportivos, shows, bailes etc.) são focos de subtração de veículos. Nestes casos, locomova-se de táxi para adquirir conforto e segurança.

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Novo roteiro do falso sequestro por telefone

Tenho alertado, insistentemente, o amigo leitor, sobre os cuidados necessários ao se atender telefone fixo ou celular, pois a quantidade de golpes a que se está sujeito é impressionante, e a cada dia

Novo Crime: "Big Brother" via celular

O aparelho eletrônico mais vendido no Brasil é o telefone celular. Seu uso é extremamente democrático; foi adotado por pessoas de todas as faixas etárias e classes sociais. Crianças com 10 anos ou men

Nova estratégia do falso sequestro

A presente matéria é um alerta para os leitores que possuem telefones celulares. O golpe do "falso sequestro", que já fez milhares de vítimas em todo Brasil, tem sido remodelado, constantemente, pelos

bottom of page