top of page

Seqüestro virtual, morte real

A delegada Rosicleide de Castro, titular da delegacia de Defraudações e Falsificações de Fortaleza, no final de junho, deu voz de prisão a seis presos que, de dentro de uma cela do Presídio Olavo Oliveira, tido como de segurança máxima, aplicavam o golpe do falso seqüestro por telefone. A delegada comentou as declarações de um dos presos no interrogatório: "Não temos o que fazer na prisão, então vamos pegar dinheiro de otários". A policial disse ainda: "Prender presos em flagrante foi algo inédito na minha carreira". Foram apreendidos na cela diversos exemplares de listas telefônicas de vários Estados e dezenas de chips de celulares. No dia 20 de outubro, o país ficou chocado com uma morte ocorrida em São José dos Campos. A aposentada Sebastiana Emiliana Ribeiro, de 73 anos, morreu vítima de enfarte, ao receber um trote por telefone; era o famigerado "falso seqüestro virtual". Criminosos ligaram dizendo que seu filho fora seqüestrado. Com o susto, Sebastiana começou a passar mal e foi socorrida ao Hospital Municipal, falecendo em seguida. Na semana passada recebi telefonemas de dois amigos, comentando que familiares haviam recebido ligações do chamado "telemarketing do crime", anunciando o "falso seqüestro de parentes" . O tio de um deles, de idade avançada, precisou de atendimento médico devido as ameaças feitas pelos criminosos. Portanto, saliento ao amigo leitor, que tenha uma conversa séria com seus familiares, principalmente com os cardíacos e os que atingiram a terceira idade, para explicar sobre esse novo "golpe" via telefone fixo e celular. Diariamente, milhares de pessoas em todo Brasil recebem ligações telefônicas anunciando seqüestros de parentes próximos e exigindo pagamento imediato de quantias que variam de R$ 3.000,00 a R$ 10.000,00, a serem depositadas em contas bancárias abertas com documentos falsificados ou determinando a compra de créditos para telefones pré-pagos. Previna a todos em sua casa para que não atendam chamadas de números desconhecidos, principalmente interurbanos. A instalação do identificador de chamadas, tanto para a linha fixa, como para a celular, é fundamental para a prevenção. Em caso de ameaças por telefone, a orientação é desligar imediatamente e registrar Boletim de Ocorrência na delegacia mais próxima.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Novo roteiro do falso sequestro por telefone

Tenho alertado, insistentemente, o amigo leitor, sobre os cuidados necessários ao se atender telefone fixo ou celular, pois a quantidade de golpes a que se está sujeito é impressionante, e a cada dia

Novo Crime: "Big Brother" via celular

O aparelho eletrônico mais vendido no Brasil é o telefone celular. Seu uso é extremamente democrático; foi adotado por pessoas de todas as faixas etárias e classes sociais. Crianças com 10 anos ou men

Nova estratégia do falso sequestro

A presente matéria é um alerta para os leitores que possuem telefones celulares. O golpe do "falso sequestro", que já fez milhares de vítimas em todo Brasil, tem sido remodelado, constantemente, pelos

Comments


bottom of page